A evolução do uso de tecnologia no RH

A evolução do uso de tecnologia no RH

A evolução do uso de tecnologia no RH

Contratar novos colaboradores de forma inteligente e eficaz é um dos maiores desafios de uma empresa. Portanto, tem ficado imprescindível o uso de tecnologia no RH para que os processos seletivos sejam eficientes e otimizados.

Realizar contratações certeiras é importante para garantir que os cargos sejam ocupados por profissionais aptos a desempenharem determinadas funções e que tragam benefícios para a organização. Além disso, os prejuízos causados por más admissões podem atrasar o desenvolvimento da empresa e representar custos adicionais.

Quer saber como evitar contratações ruins, entendendo como o uso de tecnologia no RH ajudou diversas empresas nos últimos anos? Continue a leitura!

Como ocorreu a evolução do uso de tecnologia no RH?

Para entrar no assunto, vale lembrar que o modo de selecionar e recrutar colaboradores para uma empresa evoluiu muito com as inovações tecnológicas e o surgimento de novas perspectivas de gestão de pessoas.

Inicialmente, os processos seletivos contemplavam apenas aspectos técnicos do cargo, de forma que a contratação considerava unicamente se o candidato tinha conhecimento e capacidade técnica de realizar suas funções.

Posteriormente, passaram a ser valorizados aspectos emocionais e intelectuais, assim como habilidades interpessoais e valores que se alinhem à cultura organizacional da empresa.

O uso de tecnologia no RH acompanhou essas transformações e trouxe vantagens que otimizaram o processo seletivo. Confira algumas tendências:

Rede de contatos

Uma boa rede de relacionamentos sempre foi importante para o crescimento profissional. Atualmente, esse princípio se mantém, mas foi atualizado com a ajuda de sites e redes sociais.

Tanto a empresa quanto os candidatos devem estar atentos à criação de uma boa rede de contatos. Isso pode ser feito em redes específicas para o mercado, como o LinkedIn, ou a partir de iniciativas da própria organização.

É importante ressaltar que, dependendo da área profissional, já existem diversos sites com fortes comunidades em que há interação de profissionais, troca de conhecimentos e experiências.

Aproveitando essas redes de contato, fica muito mais fácil para o RH encontrar mais e melhores candidatos para suas vagas. O uso de indicação e a validação de outros conhecidos já podem contar como bons indicadores na hora de selecionar.

Monitoramento online

Como ressaltado anteriormente, apenas capacidade técnica não revela se uma pessoa é adequada ou não para um cargo. Por isso, é fundamental buscar conhecer o perfil de cada profissional.

Por meio de um monitoramento online, realizando buscas e cruzando dados, é possível saber o perfil de um candidato e o comportamento apresentado por ele na internet. Assim, pode-se assegurar que os valores do futuro selecionado não entrem em contradição com a cultura organizacional da empresa e seus princípios.

Participação em redes sociais

Há poucas empresas que ainda não recorrem às redes sociais para recrutamentos. O que muitas instituições ainda não fazem é participar ativamente nas redes sociais, não somente em casos de seleções.

Ao consolidar uma presença real nas redes, uma empresa consegue atrair o tipo de profissional que deseja, gerando engajamento e fortalecendo a rede de contatos da instituição.

Para isso, pode-se criar uma página corporativa (ou perfil, dependendo da rede) para a organização. É fundamental que a página tenha um conteúdo adequado e coerente com sua cultura, além de atraente para os profissionais.

Uso de softwares especializados

Uma das grandes evoluções do uso de tecnologia no RH é foi a utilização de softwares especializados. Existem diversas opções no mercado para todas as áreas do RH, cada uma atendendo necessidades específicas.

O uso de softwares auxilia a trazer mais organização e monitoramento das atividades realizadas pelo RH, além de trazer muito mais assertividade para as atividades. Os sistemas se baseiam em análises de dados, por isso podem trazer uma visão não enviesada. Isso ajuda a deixar as decisões do RH menos subjetivas e mais embasadas.

 

É fácil notar que a tecnologia, se usada corretamente, pode reduzir custos e auxiliar o setor de RH. As novas tendências em para o uso de tecnologia no RH pode ajudar a aproximar os melhores candidatos e diminuir o tempo gasto nesse procedimento, desde que os recursos disponíveis sejam bem utilizados.

Gostou do artigo? Então não deixe de seguir nossas outras dicas e materiais nas nossas redes sociais – Facebook e LinkedIn – além de se inscrever na nossa newsletter aqui ao lado. Aproveite e conheça também nosso software de recrutamento e seleção:

 

testes online em candidatos

Guilherme Dias | GUPY

Atua com Marketing e Growth sendo CMO & Co-founder na Gupy. Através de uma consultoria de business em que foi sócio, descobriu que adora otimizar processos, redesenhar soluções de gestão e trazer resultados mais agressivos para negócios. É curioso e apaixonado por Recursos Humanos, séries e gastronomia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enter your keyword

/** * Linkedin Insight Tag **/ /** * END OF Linkedin Insight Tag **/