Como escolher o melhor modelo de recrutamento para minha empresa?

Como escolher o melhor modelo de recrutamento para minha empresa?

Como escolher o melhor modelo de recrutamento para minha empresa?

Para se ter uma ideia da importância do modelo de recrutamento nas organizações, de acordo com pesquisas quase 50% das pequenas e médias empresas afirmam que não conseguem encontrar candidatos qualificados para as suas vagas. Ao mesmo tempo, 56% dos recrutadores disseram ter processos longos de contratação.

Tudo isso faz com que o negócio perca dinamismo e gaste recursos demais na hora da contratação. Para driblar essas questões, a seleção do melhor modelo de recrutamento para cada empresa é indispensável. Um processo robusto leva em consideração diversos fatores e atende às necessidades específicas de cada vaga. Recrutamento interno ou externo? Com dinâmicas ou sem dinâmicas? Quantas entrevistas são necessárias? O uso de redes sociais ajuda de que maneira? Com apoio dos gestores ou somente do RH?

Para estruturar um recrutamento aderente à sua realidade, todas essas perguntas, além de diversas outras, precisam ser respondidas. Aqui no blog da Gupy vamos ter artigos para te ajudar com cada uma delas, mas hoje trouxemos algumas macro dicas que podem te ajudar a montar esse mindset e identificar como fazer a melhor escolha. Acompanhe!

Avalie o perfil da empresa

O perfil da sua empresa diz não apenas sobre os candidatos desejados, mas também sobre o modelo de recrutamento a ser utilizado.

Se o negócio é uma startup jovem em busca de pessoas criativas, um processo tradicional pautado em diversas etapas, dinâmicas e entrevistas não fará tanto sentido. Já caso o empreendimento busque profissionais para cargos mais elevados, um processo mais complexo vem a calhar.

Vale a pena, portanto, entender como a sua organização funciona, como são os seus processos internos e quais as expectativas em relação a todo o processo de seleção. Isso, por si só, vai ajudar na atração dos candidatos certos, aumentando as chances de sucesso do modelo.

Obtenha resultados de modelos anteriores

É bem provável que a empresa já tenha utilizado pelo menos dois tipos de recrutamento. Como as vagas e os perfis profissionais são diferentes, a forma de recrutar os colaboradores também muda.

O RH como conhecemos hoje infelizmente ainda possui pouco a característica de investigação profunda de resultados e dados anteriores para apoiar na tomada de decisões. Entender os resultados de quais etapas dos seus processos anteriores que mais discriminam os candidatos, quais ações ajudaram na assertividade, por exemplo, são fundamentais para retro alimentar sua seleção com a inovação necessária para encontrar os melhores talentos. Dessa forma, é imenso o conjunto de informações que são relevantes para essas análises e que podem ajudar sua organização a encontrar em experiências anteriores quais são as práticas que mais trazem resultados na hora de montar um processo seletivo.

Busque o feedback dos recrutados

O que os recrutados pensam a respeito do processo também é importante. Não é incomum ver profissionais que reclamam, por exemplo, da longa duração de um processo de recrutamento ou dos custos envolvidos com deslocamentos.

Tudo isso pode afastar grandes talentos da empresa, além de criar uma percepção menos positiva a respeito da organização.

Para evitar esse tipo de resultado, o ideal é buscar feedback junto aos candidatos recrutados. Monte um questionário para conseguir identificar os pontos fortes e fracos de cada uma das suas etapas e colete as informações de modo que seja possível fazer as otimizações necessárias.

Procure inspiração em empresas bem-sucedidas

Para tornar o processo ainda mais vantajoso e estratégico é possível buscar inspiração em outros empreendimentos bem-sucedidos. Nem sempre o modelo adotado por eles vai fazer sentido para o seu negócio, mas se trata de uma forma de ter novas perspectivas.

A startup iFood, por exemplo, utilizou o envio de vídeos criativos por parte dos candidatos para fazer uma seleção inicial. Um processo semelhante foi feito pela Kraft Heinz em seu Programa de Trainee que, através da própria ferramenta Gupy, coletou vídeos de até 2 minutos para analisar os candidatos.

Com o conhecimento de cases de sucesso, dá para encontrar opções que funcionam na prática e que podem ser aplicados dentro do negócio, levando-se em conta os demais pontos.

Ter um modelo de recrutamento adequado para a sua empresa é fundamental para o sucesso de toda a contratação. Assim, ao fazer a escolha correta tanto a organização quanto os profissionais recrutados saem ganhando.

Quer deixar seu RH mais estratégico e automatizado? Então nos acompanhe nas redes sociais: Facebook e LinkedIn

 

testes online em candidatos

Bruna Guimarães | GUPY

Formada em Administração de Empresas pela UFRRJ e com MBA executivo pela Coppead UFRJ, é COO & Co-founder da GUPY. Bruna é especialista em recrutamento e seleção e entende com profundidade as dores dessa área. Construiu sua carreira em uma grande multinacional onde era responsável pelo recrutamento de toda a organização através da sua paixão por RH, pessoas e foco em resultado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enter your keyword

/** * Linkedin Insight Tag **/ /** * END OF Linkedin Insight Tag **/